Cirurgia de Estrabismo – Preço

A grande maioria do Estrabismo só se resolve com cirurgia. A cirurgia tem por finalidade o alinhamento dos olhos, mas não melhora a visão. Eliminada a ambliopia passa-se a tratar do desvio dos olhos. Em alguns casos, isso se consegue apenas com o uso de óculos, mas, na grande maioria das vezes, o tratamento é cirúrgico.  O estrabismo pode ser primário (sem causa conhecida) e divide-se em congênito (presente ao nascimento) ou pode surgir nos primeiros anos de vida (geralmente entre 2 e 4 anos de idade) ou ainda pode ser secundário, em decorrência de traumatismo crânio encefálico ou tumores e outras doenças neurológicas. Para cada tipo de estrabismo existe um tipo de tratamento, que caberá ao oftalmologista escolher o melhor tratamento. Muito importante para esta decisão é a avaliação pré-operatória do paciente, que geralmente inclui uma avaliação oftalmológica completa e um detalhado estudo da motilidade ocular (movimento dos olhos), realizada por um oftalmologista treinado para o teste ortóptico.

O estrabismo pode ter diversas causas. A mais comum delas é a hipermetropia com grau maior do que 3 em crianças. Além disto, outras doenças que prejudicam a visão também podem causar o estrabismo, bem como doenças que afetam músculos ou nervos dos olhos. Em adultos, o estrabismo pode ter causa neurológica ou se desenvolve quando um olho perde a visão e o cérebro não tem a imagem para fazer o ajuste fino da posição dos olhos.

A pessoa com estrabismo não consegue ver em 3D porque a visão binocular (estereopsia) é comprometida. Isso infelizmente ainda não tem cura, mesmo que a cirurgia deixe os olhos alinhados o paciente não consegue aproveitar os filmes em 3D.

Como é feita a cirurgia

A cirurgia para estrabismo, normalmente, é feita no bloco cirúrgico sob anestesia geral ou, pelo menos, para permitir que o médico seja capaz de fazer pequenos cortes nos músculos do olho para equilibrar as forças e alinhar o olho. A cirurgia é feita através da abertura da membrana que cobre o olho permitindo o acesso aos músculos localizados abaixo dela. Estes músculos serão manipulados pelo oftalmologista cirurgião consoante o  tipo do estrabismo do doente. Ao contrário do que grande parte das pessoas podem pensar, não se tira o olho para fora. São apenas feitas incisões nos olhos para ter acesso aos músculos e neles são feitas as correções.

Cirurgia de Estrabismo - Preço

Pós operatório

O paciente deve evitar ambientes com luz forte, normalmente o curativo inicial deve ser mantido por 24/48 horas. Após remover o curativo, são orientados colírio de corticóide e antibiótico entre uma a duas semanas e analgésicos para dor. É importante que paciente faça repouso relativo nos primeiros dias após a cirurgia, principalmente evitando pegar pesos pelo risco de se soltarem os pontos. Cuidado também deve ser tomado com limpeza das mãos e ambientes para se evitar risco de infecções. Compressas frias por 20 minutos a cada 4 horas ajudam a diminuir a dor e o edema nas primeiras 24 horas pós-operatórias. É normal o lacrimejamento, irritação, ardência, sensação de corpo estranho na primeira semana devido à presença dos pontos conjuntivais e da própria inflamação decorrente do trauma cirúrgico. Em geral o olho volta seu aspecto normal ao final da segunda semana de pós-operatório.

A cirurgia pode oferecer riscos ao paciente?

Assim como qualquer outra cirurgia, existe riscos sim, embora sendo raros podem ocorrer visão dupla, infecção do olho, sangramento ou diminuição da capacidade de enxergar. Porém, estes riscos são pouco comuns e podem ser eliminados caso os paciente sigam adequadamente todas as indicações do médico após a cirurgia.

Pode ser feita nos dois olhos?

A cirurgia pode ser realizada em um ou ambos os olhos, dependendo do tipo de estrabismo que o paciente apresenta.

Cirurgia de Estrabismo – Quanto custa

A cirurgia de estrabismo custa entre R$ 2.500,00 e R$ 6.000,00. O procedimento pode ser feito de uma forma gratuita pelo SUS.

Cirurgia de Estrabismo – Preço
(Avaliação: 3.5 - 2 votos)

Comentários